L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Filme: O Último Tango em Paris

Ultimo Tango a Parigi"Agora que te amo, eu preciso saber o seu nome!” É possível amar sem conhecer? É possível amar sem saber “o nome”, sem o emergir da identidade? Esta é uma questão presente em O Último Tango em Paris (Ultimo Tango a Parigi, 1972, França), com um pouco mais de duas horas de duração (na versão sem cortes). Direção do premiado Bernardo Bertolucci, e famoso e controverso com as atuações de Marlon Brando e Maria Schneider.

Ele (Brando) é um Americano de quarenta e cinco anos vivendo em Paris, assombrado pelo suicídio da sua mulher. Ela (Maria Schneider) é uma bela Parisiense de vinte anos, noiva de um jovem cineasta empreendedor. Apesar de desconhecidas, estas duas almas atormentadas juntam-se para satisfazer à sua necessidade comum de intimidade sexual, num apartamento tão despido como as suas tristes, trágicas vidas. Ele propõe que não revelariam nada de suas vidas, nem mesmo seus nomes, sendo o objetivo dos encontros basicamente sexo. Porém, gradativamente os acontecimentos vão fugindo do controle de ambos.

O filme causou escândalo no mundo todo pelo uso de linguagem chula e de cenas de sexo ousadas para época, e alterou o formato do cinema. No Brasil ele só foi liberado em 1980, pois foi proibido pela censura militar. Maria Schneider esteve no país em visita promocional, mas ficou irritada com os jornalistas que só faziam perguntas sobre o filme de 1972, e nada sabiam sobre seu trabalho posterior. Marlon Brando impressiona pela crueza da interpretação, além de improvisar diálogos que citam passagens autobiográficas.

Filmes proibidos pela censura costumam ser lembrados muito mais pela polêmica que causaram que por suas qualidades artísticas. O Último Tango em Paris nunca obterá uma celebração unânime ou consensual. O mesmo poderia ser dito de Paris e do Tango? Quem não goste de Paris, e quem não gosta de tango, “bom sujeito não é".

Anúncios

Written by Paulo Amadeu

11/12/2009 às 1:15

Publicado em Close-up

Tagged with , , ,

%d blogueiros gostam disto: