L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Filme: Out of Africa

Out of Africa, movie

Robert Redford  e Meryl Streep em “Entre dois amores” (Out of Africa, 1985)

É sempre alguma coisa formidável assistir novamente a um dos meus filmes favoritos. Foi o que fiz nesta noite. E como tenho uma memória que facilmente perde muitos detalhes com o tempo, rever um filme é uma experiência renovada e até surpreendente.

Out of Africa, movieTenho visto muitos títulos ruins em português, porém “Entre dois amores” consegue ser uma escolha de infelicidade ímpar. Out of Africa é um filme grandioso! Quando gosto muito de um filme ou comento demais ou procuro nem começar. Como não posso me dedicar agora à primeira opção, vou me limitar a fazer as referências comuns nas sinopses.

Out of Africa (Entre dois amores, no Brasil, ou África minha, em Portugal) é um filme norte-americano, de 1985. Um drama biográfico, dirigido pelo aclamado Sydney Pollack, estrelando Meryl Streep, Robert Redford e Klaus Maria Brandauer. O filme é baseado no livro autobiográfico de Isak Dinesen (pseudônimo de Karen Blixen) chamado Den afrikanske Farm, publicado em Londres em 1937, e em Nova Iorque em 1938, bem como na obra Shadows on the Grass, de Dinesen, e em outras fontes. Na edição do Oscar de 1986 o filme foi indicado em 11 (onze) categorias, vencendo em sete: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado. Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Som e Melhor Trilha Sonora (John Barry). Entre as indicações, a de Melhor Atriz (Meryl Streep). O orçamento de Out of África foi de 31 milhões de dólares.

Nos anos 20, Karen Blixen (Meryl Streep), uma rica dinamarquesa, vai morar em uma fazenda de café no Quênia com Bror Blixen-Finecke (Klaus Maria Brandauer), um barão com quem se casou por conveniência. Sendo mais amigos que amantes, o casal acaba se separando e enquanto ele vai embora ela continua trabalhando e se adaptando ao novo lar. Até que conhece Denys Finch Hatton (Robert Redford), um aventureiro e aristocrata inglês com quem tem um forte envolvimento e se torna o grande amor da sua vida.

Out of Africa foi o filme mais aclamado de sua época. Capta brilhantemente o tempo e o lugar, com boas atuações de Streep, Redford e Bandauer. Fotografia exuberante, e uma trilha sonora refinada (destaque-se o Concerto para Clarinete, de Mozart). São 160 minutos magistrais. Vale também conferir o disco dois, com os Extras. Se puder, adquira também a Trilha Sonora composta por John Barry.

Anúncios

Written by Paulo Amadeu

12/12/2009 às 4:12

%d blogueiros gostam disto: