L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Dez filmes (1)

Abaixo, uma primeira lista de dez (10) filmes a que tenho assistido. Vários gêneros e épocas. Alguns destes filmes eu assisti mais de uma vez… Em alguns, várias vezes. Os links remetem para um site em inglês, especializado em cinema.

Oliver!, movie Os meninos Jack Wild (“Dodger”) e Mark Lester (“Oliver” ), em “Oliver!” (1968)

1. Oliver! (Oliver!, 1968) – Musical britânico dirigido por Carol Reed e com roteiro livremente baseado no romance Oliver Twist de Charles Dickens. Premiadíssimo. Venceu o Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora (Johnny Green), Melhor Direção de Arte e Melhor Som. Foi indicado nas categorias de Melhor Ator Principal (Ron Moody), Melhor Ator Coadjuvante (Jack Wild), Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Edição e Melhor Roteiro adaptado. A coreógrafa canadense Onna White também ganhou um Oscar Honorário.nota 7,5

2. Bagdad Café (Out of Rosenheim, 1987) – Filme alemão dirigido por Percy Adlon, com 95 minutos de duração na versão americana e 108 minutos na versão alemã. O filme é um drama passado num remoto posto-motel no Deserto de Mojave. O Bagdad Café é frequentado por vários personagens. Estrelando Marianne Sägebrecht, CCH Pounder e Jack Palance. Sägebrecht e Palance têm boa atuação. Em 1989 o filme foi indicado ao Oscar de Melhor Canção Original com Calling You (Bob Telson). nota 7,5

3. A Missão (The Mission, 1986) – Filme britânico, do gênero drama histórico, dirigido por Roland Joffé e com excelente trilha sonora de Ennio Morricone. Bom elenco, com destaque para Robert De Niro, Jeremy Irons e Liam Neeson. Em pleno século XVIII, mais de duzentos anos após a descoberta do Brasil, havendo falta de mão-de-obra, os índios eram caçados e forçados a servir como escravos nas plantações dos colonos Europeus. O filme recebeu vários prêmios, inclusive o Oscar de Melhor fotografia. Foi indicado também para: Melhor Filme; Melhor Direção; Melhor Direção de Arte; Melhor Edição; Melhor Figurino; e, Melhor Trilha Sonora Original (Ennio Morricone). nota 7,4

4. Paris, Eu Te Amo (Paris, je t’aime, 2006) – Filme coletivo coordenado por Emmanuel Benbihy. Consiste de uma coletânea de vinte e um curtas sobre a cidade de Paris, com cinco minutos de duração cada um, e de autoria de diferentes diretores. Os curtas são muito bem elaborados, e assumem uma narrativa paralela, que em algum momento assume uma confluência. Para os amantes de Paris, um filme imperdível.nota 7,4

5. Contos Proibidos do Marquês de Sade (Quills, 2000) – Filme dirigido por Philip Kaufman. A história do Marquês de Sade, que viveu na tumultuada França do século XVIII. Sade, além de perigoso dissidente em meio a sangrenta Revolução Francesa, foi escritor, escandalizou a todos com seus poemas eróticos, foi preso, tornou-se revolucionário, escapou da sentença de morte duas vezes. O filme recebeu três indicações para o Oscar, entre elas para o de Melhor Ator (Geoffrey Rush). nota 7,3

6. Instinto Selvagem (Basic Instinct, 1992) – Suspense erótico dirigido por Paul Verhoeven e com roteiro de Joe Eszterhas. Estrelando Michael Douglas, Sharon Stone, George Dzundza e Jeanne Tripplehorn. Neste filme Sharon Stone protagonizou uma das cruzadas de pernas mais famosas do cinema. Na edição do Oscar de 1993 o filme foi indicado em duas categorias: Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora Original (Jerry Goldsmith). Uma sequência foi lançada em 2006. nota 6,9

7. Para Sempre Cinderela (EverAfter, 1998) – Filme dirigido por Andy Tennant, estrelando Drew Barrymore, Anjelica Huston, Dougray Scott. A rainha da França solicita a presença dos Irmãos Grimm no palácio e lhes conta que gosta muito da obra deles, mas que ficou espantada em como foi contada a história de Gata Borralheira. Assim, decide lhes narrar o que realmente aconteceu na França do século XVI. O que se passa, então, é uma tentativa de resgatar a verdadeira história da Cinderela. nota 6,9

8. De-Lovely (De-Lovely, 2004) – Drama musical, baseado na vida do compositor americano Cole Porter e dirigido por Irwin Winkler. Porter é interpretado por Kevin Kline, e a biografia é iniciada pelo fim. Porter revê seu passado cheio de excessos, sucessos, tragédias e seu profundo e complicado relacionamento com sua esposa. Uma das intenções do filme é apresentar e atualizar as músicas de Cole Porter para as novas gerações. O filme foi indicado a vários prêmios, e as músicas de Porter são muito bem selecionadas. nota 6,5

9. Em Nome de Deus (Stealing Heaven, 1988) – Filme dirigido por Clive Donner, estrelando Derek de Lint, Kim Thomson and Denholm Elliott. Romance que retrata a história do amor proibido entre Abelardo e Heloisa. Durante a Escolástica, Abelardo era um dos professores mais populares da Escola de Notre-Dame, a primeira Universidade Livre da França. Conforme os costumes da época, não poderia casar-se. Heloisa, sobrinha do conego Fulbert, foi criada e educada em um convento. nota 6,4

10. Noites de Tormenta (Nights in Rodanthe, 2008) – Filme baseado no livro de romance homônimo de Nicholas Sparks. O filme foi realizado por George C. Wolfe e produzido por Denise DiNovi. Richard Gere e Diane Lane, que já atuaram juntos, são os protagonistas. O roteiro trabalha os elementos de culpa e ressentimento, e destaca o contexto de busca de superação, reparação e reconstrução de trajetória. nota 5,7

Não constam desta lista aqueles filmes sobre os quais já tenhamos publicado algum post. Em meu espaço pessoal no Youtube talvez você encontre vídeos para alguns destes filmes, com cenas selecionadas e trailers. Consulte as Listas de Reprodução.

Anúncios

Written by Paulo Amadeu

12/10/2010 às 10:45

Publicado em Assistidos Recentemente

Tagged with

%d blogueiros gostam disto: