L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Dez Filmes (21) – Cinema Brasileiro (I)

Publico aqui mais uma lista de dez (10) filmes a que tenho assistido — em alguns casos, mais de uma vez. Esta é a primeira lista em que constam apenas filmes brasileiros. Os links remetem para um site especializado em cinema.

Filme: O Pagador de Promessas

Leonardo Vilar e Glória Menezes em "O Pagador de Promessas", 1962

1. O Pagador de Promessas (1962) – Drama escrito e dirigido por Anselmo Duarte e baseado na peça teatral homônima de Dias Gomes. Protagonizado por Leonardo Villar e Glória Menezes. Um pobre nordestino enfrenta a Igreja, ao tentar cumprir a promessa feita em um terreiro de candomblé: carregar uma pesada cruz desde sua terra até uma igreja em Salvador. Na edição do Oscar de 1963 o filme foi indicado na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Em 1962 ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes (França). Foi o primeiro (e até agora o único) filme brasileiro a ser premiado com a Palma de Ouro. nota 8

2. O Auto da Compadecida (2000) – Excelente comédia dirigida por Guel Arraes, com roteiro dele e de Adriana Falcão. Baseado em obra homônima de Ariano Suassuna, com elementos de O Santo e a Porca e Torturas de um Coração, ambas do mesmo autor. Protagonizado por Matheus Nachtergaele e Selton Mello, conta ainda com Fernanda Montenegro, Maurício Gonçalves e Lima Duarte. Dois sertanejos pobres, um mentiroso e um covarde, lutam pelo pão de cada dia e atravessam vários episódios. nota 8

3. Central do Brasil (1998) – Filme com roteiro de Marcos Bernstein e João Emanuel Carneiro, baseado em história do diretor Walter Salles. Road-movie retratando a amizade entre uma mulher que busca uma segunda chance e um garoto que quer encontrar suas raízes. Estrelando Fernanda Montenegro, Vinícius de Oliveira e Marília Pêra. Na edição do Oscar de 1999 o filme foi indicado nas categorias de Melhor Atriz e Melhor Filme Estrangeiro. O filme colheu importantes prêmios, inclusive o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. nota 8

4. Tropa de Elite (2007) – Filme dirigido por José Padilha, que tem como tema a violência urbana na cidade  do Rio de Janeiro e as ações da Polícia Militar. A história se passa em 1997, quando o papa João Paulo II visitou o Rio de Janeiro e a Tropa de Elite da polícia do Rio de Janeiro foi encarregada de sua segurança. Estrelando Wagner Moura, Caio Junqueira, André Ramiro e Fábio Lago. Em 2008, o filme ganhou o Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival de Berlim. Uma sequência foi lançada em 2010. nota 8

5. Pixote: A Lei do Mais Fraco (1981) – Drama dirigido por Hector Babenco, protagonizado por Fernando Ramos da Silva e Marília Pêra. O filme foi concebido em estilo de documentário, fortemente influenciado pelo neo-realismo italiano. Retrata a cruel realidade nas ruas de São Paulo, onde a infância é roubada ao entrar em contato com um mundo de crimes, prostituição e violência. Em 1982 o filme foi indicado ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. nota 8

6. Bye Bye Brasil (1980) – Comédia dirigida por Cacá Diegues. O filme é considerado por muitos como uma das mais importantes produções da época. Estrelando José Wilker, Betty Faria e Fábio Júnior. Artistas mambembes cruzam o país fazendo espetáculos para o setor mais empobrecido da população brasileira. A música-tema do filme, com o mesmo nome, foi composta e interpretada por Chico Buarque (cf. aqui). Em 1980, no Festival de Cannes, o filme foi indicado à Palma de Ouro. nota 7

7. A Hora da Estrela (1986) – Drama dirigido por Suzana Amaral. O roteiro é uma adaptação do romance homônimo de Clarice Lispector. Protagonizado por Marcélia Cartaxo, o filme conta ainda como José Dumont, Fernanda Montenegro e Tamara Taxman. Uma nordestina de dezenove anos, órfã de pai, mãe e da tia que a criou, vai para o Rio de Janeiro ser datilógrafa. Em 1986 o filme recebeu três indicações no Festival de Berlim, com Suzana Amaral recebendo o prêmio da crítica e Marcélia Cartaxo o Urso de Prata (Melhor Atriz). nota 7

8. Mauá; O Imperador e o Rei (1999) – Filme dirigido por Sérgio Rezende. Protagonizado por Paulo Betti, conta ainda com as participações de Malu Mader, Hugo Carvana e Cláudio Corrêa e Castro. O filme mostra a infância, o enriquecimento e a falência de Irineu Evangelista de Sousa (1813–1889), o empreendedor gaúcho mais conhecido como Barão de Mauá, considerado o primeiro grande empresário brasileiro. Jorge Caldeira, autor do livro Mauá, Empresário do Império, reivindica créditos por trechos inteiros de diálogos contidos no livro. nota 7

9. Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) – Comédia dirigida por Bruno Barreto; baseado no livro homônimo de Jorge Amado. Estrelando Sônia Braga, José Wilker e Mauro Mendonça. Foi por trinta e quatro anos recordista de público entre o cinema brasileiro, até ser ultrapassado em 2010 por Tropa de Elite 2. Em 1979 foi indicado ao Globo de Ouro como Melhor Filme Estrangeiro. Foi refilmado nos Estados Unidos e adaptado em forma de minissérie para a televisão brasileira. nota 7

10. Gabriela, Cravo e Canela (1983) – Romance dirigido por Bruno Barreto e baseado em livro homônimo de Jorge Amado. Protagonizado pela brasileira Sônia Braga e pelo italiano Marcello Mastroianni, considerado por alguns como o maior ator da Itália. No Sul da Bahia, em 1925, uma retirante conquista o proprietário do bar mais popular da cidade. O enredo envolve sensualidade, traição conjugal, vingança e crime passional, em meio ao coronelismo local. nota 6

Confira também as listas anteriores de dez (10) filmes: 20, 19, 18, 17, 16, 15, 14, 13, 12, 11… Em meu espaço pessoal no Youtube talvez você  encontre vídeos para alguns destes filmes, com cenas selecionadas e trailers. Consulte as Listas de Reprodução.

Written by Paulo Amadeu

19/03/2011 às 21:19

%d blogueiros gostam disto: