L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Dez Filmes (30)

Mais uma lista de dez (10) filmes a que tenho assistido — em alguns casos, mais de uma vez. Os links remetem para um site especializado em cinema.

Vertigo, movie

James Stewart e Kim Novak em “Um Corpo que Cai” (Vertigo, 1958)

1. Um Corpo que Cai (Vertigo, 1958) – Com um roteiro genial, este é um clássico do suspense dirigido por Alfred Hitchcock. Estrelando James Stewart, Kim Novak e Barbara Bel Geddes. Em 1959 foi indicado ao Oscar nas categorias de Melhor Som e Melhor Direção de Arte. O filme introduziu algumas inovações interessantes. A iluminação muda quando algo importante vai acontecer. O efeito pioneiro no cinema, que mais tarde seria usado largamente, provoca uma sensação de vertigem (vertigo, título original do filme). O vertigo effect se propõe a distorcer o cenário, aproximando o que está em primeiro plano e aumentando o que está em segundo plano. nota 8

2. Chinatown (Chinatown, 1974) – Filme do gênero policial noir, dirigido por Roman Polanski e estrelado por Jack Nicholson e Faye Dunaway. Com algumas cenas clássicas, o filme possui um dos melhores roteiros do cinema, numa sucessão de reviravoltas extremamente bem organizadas, onde a verdadeira história se revela aos poucos. Em 1975 o filme recebeu 11 (onze) indicações ao Oscar, vencendo como Melhor Roteiro Original. Entre as indicações: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (Jack Nicholson), Melhor Atriz (Faye Dunaway) e Melhor Trilha Sonora (Jerry Goldsmith). nota 8

3. Duro de Matar (Die Hard, 1988) – Filme de ação dirigido por John McTiernan e estrelado por Bruce Willis. É baseado em um romance de 1970, do escritor Roderick Thorp, intitulado Nothing Lasts Forever. O filme deu início a uma série, tendo sido lançadas três sequências. Em 1989 o filme recebeu quatro indicações ao Oscar: Melhores Efeitos Sonoros, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Edição e Melhor Som. As “sete vidas” do personagem principal ofereceram motivo para jogos eletrônicos. nota 8

4. Conta Comigo (Stand By Me, 1986) – Drama, que pessoalmente gosto muito, dirigido por Rob Reiner. Roteiro baseado no conto The Body ("O outono da inocência – O Corpo", presente na coletânea "As Quatro Estações"), de Stephen King. Na edição do Oscar de 1987 o filme foi indicado na categoria de Melhor Roteiro Adaptado. O elenco, que envolve vários atores jovens, contou também com Richard Dreyfuss e John Cusack. Stand By Me é uma conhecida música de Ben E. King (que toca durante os créditos finais). nota 8

5. Segredos e Mentiras (Secrets & Lies, 1996) – Drama dirigido por Mike Leigh, estrelando Brenda Blethyn, Marianne Jean-Baptiste, Phyllis Logan e Timothy Spall. Uma mulher negra, após perder a mãe adotiva, busca encontrar a sua mãe biológica. Em sua busca, encontra uma operária branca, que possui outra filha. Em 1997 o filme foi indicado ao Oscar em cinco categorias, incluindo Melhor Diretor, Melhor Atriz (Brenda Blethyn) e Melhor Roteiro Original. nota 8

6. Um Dia de Fúria (Falling Down, 1993) – Filme dos gêneros drama e suspense, dirigido por Joel Schumacher, com os atores Michael Douglas e Robert Duvall. Um policial, no seu último dia de trabalho antes de se aposentar, arrisca a própria vida para tentar impedir um homem que está emocionalmente perturbado. Este homem vai matando todos os que aparecem em seu caminho e abusam de uma boa vontade que ele já perdera há muito. nota 7

7. O Som do Coração (August Rush, 2007) – Drama dirigido por Kirsten Sheridan, estrelando Freddie Highmore, Keri Russell, Jonathan Rhys Meyers e Robin Williams. O tema é música, e o personagem central é um menino prodígio em sensibilidade musical. Na edição do Oscar de 2008 a canção Raise It Up (interpretada por Jamia Simone Nash e Impact Repertory Theatre) foi indicada ao Oscar de Melhor Canção Original. O filme tem sido descrito como uma versão atual da história de Oliver Twist, do escritor inglês Charles Dickens. nota 7

8. Um Tira da Pesada (Beverly Hills Cop, 1984) – Filme de comédia-ação digirido por Martin Brest e estrelado por Eddie Murphy. Um astuto e insubordinado policial de Detroit vai a Beverly Hills a fim de desvendar quem está por trás do assassinato de seu amigo. Na edição do Oscar de 1985 o filme foi indicado na categoria de Melhor Roteiro Original. Duas sequências foram produzidas (1987 e 1994). nota 7

9. Django (Django, 1966) – Filme italiano, western spaghetti, dirigido por Sergio Corbucci e estrelado por Franco Nero. Tornou-se muito popular na Europa e é considerado um filme cult nos Estados Unidos. É um dos melhores exemplos de filmes do gênero western spaghetti, com uma trilha sonora agitada (Luis Bacalov). O diretor de arte, Carlo Simi, também trabalhava com frequência nos filmes de Sergio Leone. nota 7

10. Grease; Nos Tempos da Brilhantina (Grease, 1978) – Conhecido musical dirigido por Randal Kleiser e com a participação de John Travolta e Olivia Newton-John. O filme é símbolo de uma geração. Roteiro inspirado em um livro de Bronte Woodard. Um musical sobre amor entre jovens na Califórnia no final dos anos 50 e início dos anos 60. Na edição do Oscar de 1979 a canção Hopelessly Devoted to You (John Farrar) foi indicada como Melhor Canção Original. Houve uma sequência em 1982, que não obteve o mesmo sucesso. nota 7

Confira também as listas anteriores de dez (10) filmes: 29, 28, 27, 26, 25… Não constam destas listas aqueles filmes sobre os quais já tenhamos publicado algum post. Em meu espaço pessoal no Youtube talvez você encontre vídeos para alguns destes filmes, com cenas selecionadas e trailers. Consulte as Listas de Reprodução.

Written by Paulo Amadeu

19/05/2011 às 20:51

Publicado em Assistidos Recentemente

Tagged with

%d blogueiros gostam disto: