L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Filme: Estamos Todos Bem (Stanno Tutti Bene, 1990)

“Quando nasce um filho, a primeira vez que se corta as unhas, deve-se por dinheiro na mão dele, mesmo que só um centavo… Assim ele cresce forte e sortudo.”

Que ambição os seus pais tinham para você? Qual é a ambição que você tem para os seus filhos?  Stanno Tutti Bene, 1990, movieO evangelho narra um episódio em que a mãe dos apóstolos Tiago e João teria rogado a Jesus Cristo que desse aos seus dois filhos tronos especiais: um se assentaria à direita e o outro à esquerda no reino de Cristo. Enfim, ela não tinha os seus filhos em pouco! E também não pediu pouco para eles. Quem tem filhos, e está decididamente comprometido com o bem-estar deles, pode facilmente entendê-la. E quem tem uma mãe daquele tipo (e elas nao são incomuns) entende claramente os sentimentos que a moveram. Trata-se daquele perfil de mãe que, quando vai assistir a um desfile militar, diz à pessoa ao seu lado: “Olha! Todo mundo está marchando errado! Só o meu filho está marchando certo!” 

“Quando alguém tem filhos pequenos, imagina-os grande; depois, quando crescem, os vê sempre crianças”.

Porém, o nosso principal personagem aqui não é uma mãe. Matteo Scuro é um autêntico pai italiano, ou, mais especificamente, um pai siciliano. A Sicília, maior ilha italiana em extensão e população, é uma terra fascinante, às vezes dura, mas igualmente rica de possibilidades. Matteo Scuro encarna bem aquilo que tem sido denominado de sicilianidade (sicilianità).  Lá, os laços de família têm sido marcantes, como se pode ver em vários livros e filmes. Os laços de sangue, bem como a ampla rede de relacionamentos que se estabelecem, ocupam um papel saliente na identidade siciliana.

“A nossa região não é bonita por si só, como todos dizem. É bonita porque, estando aqui, as coisas de longe parecem melhores”.

Scuro gerou cinco filhos, três homens e duas mulheres, frutos de um casamento apaixonado. Fã do canto lírico, deu-lhes nomes de personagens de Ópera. EStanno Tutti Bene, 1990, moviex-fuzileiro naval, ele aposentou-se após vários anos de trabalho no Registro Civil lavrando certidões de nascimento. “De farta cabeleira grisalha e óculos espesso, sua simpatia se complementa pelo tom siciliano, incontido no falar das palavras e dos gestos, assim como na admiração irrestrita pela família. Símbolo do homem italiano tradicional, conservador e passional.”

O simpático ancião aguarda seus filhos para o seu aniversário. No entanto, após um por um cancelar a visita, Matteo decide ir vê-los de surpresa. Dirige-se ao continente, fazendo o trajeto por meio de navio e trem, pois tem medo de avião. Uma vez que os filhos residem em diferentes cidades, sua visita começa por Nápoles, cidade onde ele passou a lua de mel, dirigindo-se depois a Roma, Milão e Turim. Nesta busca, Scuro acabará descobrindo bem mais do que sabia, e certamente mais do que gostaria de saber.

“Mas, sabe, numa certa idade os filhos se afastam. Têm necessidade de se afastar”.

Estamos Todos Bem (Stanno tutti bene) é um filme italiano de 1990, dirigido por Giuseppe Tornatore. Este drama de 118 minutos é o terceiro filme de Tornatore, logo depois de Cinema Paradiso, o maravilhoso filme com o qual conquistou fama mundial. Stanno Tutti Bene, 1990, movieO roteiro foi escrito por Massimo De Rita, Tonino Guerra e pelo próprio Tornatore. O filme é protagonizado por Marcello Mastroianni, numa atuação marcante e comovente. O elenco conta ainda com Michèle Morgan, Valeria Cavalli, Marino Cenna e Norma Martelli. O menino Salvatore Cascio, o Totó de Cine Paradiso, interpreta um dos filhos Scuro em sua infância. Em 1990, Tornatore recebeu no Festival de Cannes um prêmio especial pelo filme, que também foi indicado à Palma de Ouro.

O legendário compositor Ennio Morricone é quem assina a trilha sonora. Isto por si só já oferece boa recomendação ao trabalho de Tornatore. Vê-se um bom exemplo do trabalho de Morricone na execução do Prelúdio do 3o. Ato de La Traviata de Giuseppe Verdi. O italianíssimo tema de Morricone para a viagem de Matteo Scuro é algo formidável.

Um remake norte-americano foi lançado em 2009. Em Estão Todos Bem (Everybody’s Fine), com direção de Kirk Jones, Robert De Niro faz o papel que no filme original coube a Mastroianni e a trilha sonora foi conduzida por Dario Marianelli.

“Quero contar um grande segredo: o vinho pode ser feito também de uva”.

Anúncios

Written by Paulo Amadeu

06/08/2011 às 20:23

%d blogueiros gostam disto: