L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Filme: Prova d’Orchestra – Federico Fellini

Este é um filme que interrelaciona algumas “coisas” que gosto muito: cinema, Fellini, música orquestral, a têmpera italiana, e um quê filosófico pelas vias humanas.

Prova d'Orchestra, Federico Fellini

Realizado em 1979, Prova d’Orchestra (Ensaio de Orquestra em português e Orchestra Rehearsal em Inglês), do genial cineasta italiano Federico Fellini, foi concebido inicialmente para a televisão. Em breves 72 minutos, o filme condensa a magia e o lirismo que marcaram a obra do cineasta. Prova d’Orchestra é a homenagem do mestre Fellini à música, uma das paixões de sua vida. O filme traz a última das muitas trilhas sonoras que Nino Rota compôs para Fellini.

A coisa mais chata quando assisti ao filme foi justamente essa minha ignorância tosca do idioma Italiano. Talvez você seja mais afortunado do que eu, e consiga entender o Italiano, sem ficar pateticamente acompanhando aquelas legendas horrorosas. Prova d'Orchestra, Federico FelliniÉ horrível sentir-se estrangeiro diante de um filme, e não conseguir captar a inteligência dos jogos de palavra no idioma falado, e nem mesmo conseguir decifrar a veemência de alguns palavrões em sua língua original… Enfim, a ignorância é uma bosta, com o perdão do chulo vulgar!

Numa capela romana, agora um oratório, músicos chegam para um ensaio. Eles são avisados que estão sendo gravados por uma rede de TV. Em cada entrevista aos mais diferentes (e quase caricaturais) músicos, Fellini capta a mais ínfima idiossincrasia dos músicos, que se perdem em divagações em relação à música. Os sentimentos variam de músico para músico, de instrumento para instrumento, sob o olhar desaprovador do maestro alemão, incapaz de criar a unidade necessária entre personalidades tão diversas.

Neste filme Fellini usa uma orquestra sinfônica como metáfora da humanidade e explora as alegrias, tristezas, ressentimentos, frustrações e conquistas dos músicos. Cada pessoa é como que refletida no seu instrumento e na sua localização na orquestra, revelando a sua vida pessoal através deles. O filme inicia com a demonstração exaltada dos egos dos instrumentos musicais incorporados nos personagens. Encontramos todos os tipos que habitam as organizações contemporâneas com as máscaras e alegorias musicais. O louco, a fútil, o autoritário, o saudosista… Cada músico fala do seu instrumento e da sua experiência e enfatiza a importância de sua participação na realização do concerto. Todos são protagonistas.

Com a emocionante trilha de Rota, Ensaio de Orquestra é uma alegoria sobre a coerção do poder sobre a individualidade. De uma forma até hilária, o filme percorre nuances que vão desde o autoritarismo à anarquia… Uma resenhista escreve: “O cenário é perfeito para a representação do espetáculo. Uma capela centenária com túmulos e o ensaio do que está por vir com as ruínas do que fora outrora. Prova d'Orchestra, Federico FelliniA morte contracena com a vida na afinação dos instrumentos. Fellini dirige a possibilidade de ensaio diante da apresentação única do viver.”

O filme me fez recordar alguns ensaios de uma orquestra sinfônica que pude assistir, por uma conjunção de fatores e oportunidades. Porém, o maestro, cioso demais de sua função e da arte que batutava, nem sempre foi condescendente com minha participação eventual por lá. Afinal, música é como culinária; é muito melhor encontrar o prato já feito e decorado! Talvez um dos incômodos de Prova d’Orchestra, prato que nos é oferecido pelo Chef Fellini, seja justamente nos mostrar esse avesso das coisas. É o realismo, não poucas vezes desconfortável, daquele estilo de cinema italiano… Não raramente, Fellini coloca as pessoas em situações bizarras, para acentuar sua visão da realidade. Existe um termo "Felliniesco" que é empregado para descrever qualquer cena que tenha imagens alucinógenas que invadam uma situação comum. Em Prova d’Orchestra você pode perceber isso com bastante nitidez.

Anúncios

Written by Paulo Amadeu

26/08/2011 às 12:29

Publicado em Close-up

Tagged with , , ,

%d blogueiros gostam disto: