L'itinérance

“Cinema: It is a ribbon of dreams.” (Orson Welles)

Dez Filmes (58)

Lista dos últimos dez filmes a que temos assistido — em alguns casos assistidos novamente. A lista inclui vários gêneros, épocas e avaliações.

Fargo (Fargo, 1996)Frances McDormand em “Fargo” (1996), pelos irmãos Joel Coen e Ethan Coen

1. Fargo (Fargo, 1996) – Filme dirigido pelos irmãos Joel Coen e Ethan Coen. Estrelando William H. Macy, Frances McDormand, Steve Buscemi e Peter Stormare. Em pleno inverno, um tipo medíocre, mentiroso e fracassado contrata dois bandidos (um deles é psicopata) para sequestrar sua esposa, com o objetivo de receber o resgaste que seria pago pelo sogro, um homem durão. Após assassinatos, uma policial habilidosa, grávida, se envolve no caso. Trilha sonora bem construída. Baseado em fatos ocorridos em 1987. Em 1997 o filme foi indicado ao Oscar em sete categorias, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor; ganhou como Melhor Roteiro Original e Melhor Atriz  (Frances McDormand). 8,3

2. Pacto Sinistro (Strangers On A Train, 1951) – Bom filme de suspense dirigido por Alfred Hitchcock, com roteiro baseado em livro de Patricia Highsmith. Estrelando Farley Granger, Robert Walker, Ruth Roman e Patricia Hitchcock (filha do diretor). Um tenista famoso, mal casado, que gostaria de se divorciar a fim de casar-se com a mulher que ama, filha de um senador, encontra no trem um psicopata que lhe propõe um pacto. Trilha sonora de Dimitri Tiomki. Em 1952 o filme foi indicado ao Oscar de Melhor Fotografia. “Todos têm alguém de quem gostariam de se ver livres”. 8,3

3. O Grande Golpe (The Killing, 1956) – Clássico noir dirigido por Stanley Kubrick baseado no romance Clean Break de Lionel White. Estrelando Sterling Hayden, Coleen Gray, Vince Edwards e Marie Windsor. O bom roteiro adaptado resultou em um filme envolvente e dinâmico, com alguns lances bem geniais no enredo, que retrata os esforços de uma quadrilha para roubar um hipódromo. O uso de uma cronologia não-linear e múltiplos pontos de vista influenciou muitos cineastas posteriores. Trilha sonora bem construída por Gerald Fried. 8,2

4. O Sol Enganador (Utomlennye solntsem, 1994) – Filme russo, em co-produção francesa, dirigido por Nikita Mikhalkov. Estrelando Oleg Menshikov, Nikita Mikhalkov e Ingeborga Dapkunaite. O filme consegue relacionar a repressão do stalinismo com uma suave crônica de uma família no interior da Rússia. Uma mescla de realidade e ficção, com um pano de fundo que se desenrola em pleno verão de 1936. O nome do filme enfatiza o aspecto enganador sob o qual vivia aquela sociedade, em que o “homem comum” se encontrava perdido e desorientado. Em 1995 ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. 7,9

5. Romeu & Julieta (Romeo and Juliet, 1968) – Filme ítalo-britânico dirigido por Franco Zeffirelli, com roteiro baseado na obra-prima teatral de William Shakespeare. Filmado inteiramente na Itália, em diversas locações. Estrelando Leonard Whiting, Olivia Hussey, John McEnery e Milo O’Shea. Em Inglês, o que permite o contato com a prosa e a poesia no idioma próprio de Shakespeare. A trilha sonora de Nino Rota ficou imortalizada pela conhecida canção What Is a Youth. “Uma melancólica paz traz esta manhã consigo. O sol, por tristeza, recusa-se a mostrar o rosto. Porque nunca houve história mais triste…”. 7,7

6. Os Falsários (Die Fälscher, 2007) – Drama de guerra, de consórcio austríaco e alemão, dirigido por Stefan Ruzowitzky, baseado em história descrita no livro de memórias The Devil’s Workshop: A Memoir of the Nazi Counterfeiting Operation, de Adolf Burger. Estrelando Karl Markovics, August Diehl e Devid Striesow. Um criminoso judeu russo, o maior falsário de Berlim, presidiário em campos de concentração durante a Segunda Grande Guerra, lidera para os nazistas uma operação de falsificação de dinheiro e documentos. A história se passa entre 1936 e o carnaval de 1945. Em 2008 ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. 7,6

7. O Tambor (Die Blechtrommel, 1979) – Filme dirigido por Volker Schlöndorff, em consórcio alemão, francês, polonês e iugoslavo. Baseado no livro homônimo de Günter Grass, de 1959. Estrelando David Bennent, Mario Adorf, Angela Winkler, Daniel Olbrychski e Charles Aznavour. Na província da Pomerânia, noroeste da Polônia, na cidade de Gdańsk (Dantzig durante o domínio alemão), um menino da etnia cassubiana para de crescer entre os três e os vinte anos. Durante este período ele carrega um tambor, do qual não se separa. Em tons satíricos, a história se inicia em 1899 e percorre os acontecimentos até o fim da Segunda Grande Guerra. Trilha sonora de Maurice Jarre. Em 1980 ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. 7,6

8. A Viagem da Esperança (Reise der Hoffnung, 1990) – Filme suíço, em consórcio também turco e britânico, com direção de Xavier Koller. Estrelando Necmettin Çobanoglu, Nur Sürer e Emin Sivas. O enredo retrata a viagem de um homem pobre da Turquia para a Suíça. Deixando para trás seis de seus filhos, ele parte com a esposa grávida e um dos filhos menores. A viagem inclui uma travessia pelos alpes durante uma nevasca. Boa fotografia, e a questão do fluxo de imigrantes ilegais na Europa. Vários idiomas são trazidos para o filme. Em 1991 ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. “Os jovens se adaptam mais facilmente. Só eles podem mudar as coisas, não nós”. 7,6

9. Sombras de Goya (Goya’s Ghosts, 2006) – Filme de consórcio espanhol-estadunidense dirigido por Miloš Forman. Estrelando Javier Bardem, Natalie Portman e Stellan Skarsgård. A história se passa na Espanha, entre 1792 e 1809, durante a Inquisição Espanhola e as Guerras Napoleônicas. O pintor espanhol Francisco de Goya, de olhos perceptivos e detalhistas e ouvidos surdos, testemunhou e registrou o período em imagens: a inquisição, o período de incursão e domínio napoleônico, o ideário da Revolução Francesa na Espanha, a contra-ofensiva espanhola com o apoio inglês. Uma boa introdução às obras de Goya. 6,9

10. Uma Loira para Três (She Done Him Wrong, 1933) – Esta comédia dirigida por Lowell Sherman foi o primeiro filme estrelado por Mae West. O roteiro é baseado na peça Diamond Lil, escrita e estrelada pela própria Mae em 1928, encenada na Broadway por noventa e sete semanas. Estrelando ainda Cary Grant, Owen Moore e Gilbert Roland. A história, que se passa em Nova York nos anos 1890, é acerca de uma cantora de clube noturno. Em 1934 foi indicado ao Oscar de Melhor Filme; trata-se da produção com a menor metragem a ter sido indicada a este prêmio. “Há algo de maravilhoso nele… Ele não olha para mim. Só por mera curiosidade. Ele é diferente.” 6,6

Confira também as listas anteriores de dez (10) filmes: 57, 56, 55, 54, 53… Não constam destas listas aqueles filmes sobre os quais já tenhamos publicado algum post. No canal Youtube talvez você encontre vídeos para alguns destes filmes, com cenas selecionadas e trailers. Consulte as Listas de Reprodução.

Written by Paulo Amadeu

12/01/2012 às 12:09

Publicado em Assistidos Recentemente

Tagged with

%d blogueiros gostam disto: